Etiquetas

ESPASMOS, amo-te, salmos

as paredes sensíveis no fundo do Tu-desfiladeiro
exultam, pintadas de sémen

Eterno, inertizado és tu,
eternizado, Ineterno, tu,

hurra,

em ti, em ti
canto a escoriação de barra no osso,

vermelho-vermelho, muito atrás do pêlo púbico
harpejado, nas cavernas,

fora, ao redor
o nenhum-cânone infinito,

tu arremessas-me a coroa de
ganchos nove vezes,
entrelaçada, gotejante. (p.211)

Não Sabemos mesmo O Que Importa- Cem Poemas, Relógio D’Água, 2014

Anúncios